16 anos

Queria te escrever alguma coisa
pois penso em você
mais do que gostaria
e foi só porque surgiste no meu sonho
para fazermos uma espécie de tregua
que eu percebi que do teu lado
não estávamos arengando coisa alguma
tive que desconstruir tudo sozinha
editando a história,
brincando com a biologia
cavucando o sangue
buscando explicações para
nunca termos sido amigos
ou próximos
ou eu ter sido sua preferida
quissá a terceira colocada
quando nem mesmo você foi
naquela época
alguém que estivesse na minha mira
mas aí
o dia finda
eu tiro a poeira dos pés
sacudindo as folhas secas do meu cabelo
me olho no espelho
e te vejo mais em mim
do que cantam as aves dessa cidade
sobre um verão que mal começou
e já chegou ao fim.