Quem tem medo de Michel Teló?

Ele canta Ai se eu te Pego e parece que pegou mesmo. E não foi a Época que começou isso, antes que você comece a babar e espumar pelo cantinho da boca. Estão falando que a revista nivelou por baixo. É verdade. Mas a Época sempre nivelou por baixo. Estou aqui sentindo “vergoinha” de você que se indignou com ela. Abafa.

Confesso que andei simpatizando com a tal música, sem medo de ser feliz. Não que eu seja referência de coisa alguma, mas é sabido que sertanejo universitário não é lá minha preferência. Claro, tem ainda aquele papo todo sobre massas, sobre o que é ruim e bom, sobre o gosto do “povo” e o que a mídia oferece (blá-blá-blá) que eu nem vou reproduzir aqui porque todos os pseudos-intelectuais já gastaram o assunto há várias gerações. Fora que também não tenho cacife para discorrer sobre questões sociais, políticas muito menos econômicas, mas tenho certa autoridade para falar sobre as pessoas. Só porque sou uma, claro (né, mãe?). E aí que fico intrigada, que tanta intolerância é essa? Porque tanto ódio no coração? Se sentiram ameaçados de que forma? Parece até que não conhecem o botão de desligar, de mudar de canal (…) Estão aí adorando Roberto Carlos, mas lembra quando ele era um artista menor? Não me diga que vocês ignoraram essa informação? Vai ver não sabiam deste fato histórico, né? Deve ser culpa do Del Rey (ops, sem polêmica).

Aliás, que mané tentar dizer o que é ou não é arte. Vamos fazer arte antes, de repente descobrimos que artista é o caralho.

É. Nós não ouvimos Chico na rádio e colocaram Ivete com Caetano no especial da TV. Eu achei que foi uma ótima estratégia. Pelo menos a “massa” ouviu Tigresa ou deve ter ouvido. Eu não assisti ao programa. E vocês aí reclamando que ninguém tenta. Opa! Guardem as pedrinhas, eu não estou defendendo canal de televisão. Eu estou é rindo do seu ódio enquanto vocês fazem de conta que são supertolerantes. Ou pior, superiores. Só ouvem coisas boas, né? Que só consomem arte da melhor qualidade? Coitadinhos, devem estar achando que esse mundo não é bom o bastante (zzzzzzzzzzz roinc).

O mais engraçado é que todo mundo tem seu Michel Teló, não adianta. E é aí que esse papo todo fica ainda mais bobo.

Acho lindo discordar, e necessário. Dar opinião é necessário para o fígado. O meu, pelo menos, sei que pode explodir se eu não falar o que penso. Mas poxa, que saco vocês aí, andando em círculos sobre o que é menor e maior nas expressões.

*Que fique claro que esse texto não é um ataque a ninguém em particular. Na verdade, ele não é nada. Eu sou uma boboca que escreve bobagens. Vai, fecha a janela ali no canto e vai ler Fernando Pessoa.

Anúncios