Joia

Você riu quando falei que meu corpo tinha ácido úrico em excesso.
Que era por isso que minhas pratas escureciam.
Nós, então, perdemos um tempo observando nossos dedos e orelhas,
em busca das diferenças.
Ontem suei demais e você nem se abalou com o calor.
E quando dormi, sentindo as dores do sangue,
senti seu amor velando meu sono, cheio de carinho.
Tanto carinho que uma vida inteira não será suficiente para eu te amar como você merece.
A nossa história parece comum, e é.
Mas brincamos de supervalorizar só para nos diferenciar de todas as outras pessoas.
Nada pode nos abalar, então.
Nem a falta de grana, ou aquelas outras coisas que todo mundo já tem na nossa idade.
Porque nós temos o tempo precioso ao nosso lado,
o tempo de olharmos um no olho do outro
enquanto procuramos sinais do excesso de ácido úrico.

Anúncios

Uma opinião sobre “Joia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s