Tentando nadar em pântanos

Andam reclamando a criação do amor.
Ouvi dizer por aí, enquanto caminhava sob o sol castigante, cujo bem querer não é muito grande pelos da pele branca, que o amor já tinha dono. É claro que pouco me importei, rebelde que sou, decidida a continuar fazendo uso dele. Mas um motim na praça do coração, com gritos e cartazes na rua, começaram a me assustar.

-O amor já tem dono! Se quiserem usar, vão ter que pagar!

E agora andamos assim, sofrendo revista debaixo dos postes escuros, durante aquela musica pra dançar coladinho, na praia então, dizem que está impossível.
Dizem que o amor está exposto em um museu mas, com a entrada tão cara, parece que a visitação não anda lá muito popular. Deu nos jornais, não sou eu quem fala. Outro dia quiseram aumentar a punição para quem fizer uso indevido até do significado. Foi o fim do coraçãozinho com as mãos nos shows de música sertaneja.
De repente, o mundo ficou cinza. O sexo perdeu a graça. A arte deixou de tocar. Nem crianças nasciam mais, sem amor. Nem canção era feita, sem amor. Nem paredes subiam, sem amor. Sem amor não existe poesia, comida gostosa. É o fim do cafuné, do primeiro beijo. É o fim do horizonte. Não existe arco-íris sem amor. Ninguém olha pra cima, ninguém fala a verdade.
Sem amor, não existe sinceridade.

Anúncios

3 opiniões sobre “Tentando nadar em pântanos

  1. O amor é assim como passarinho, passear devagarinho, sem pra onde nem caminho. E você é assim tb, a toa ,só querendo mesmo avoar, dias de sonhos rasantes, noites de sono arrasado, enchendo nossa vida com o prazer. Parabéns Lilinha, lindo texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s