Bucolismo

Cuidado com a solidão, querida
aí no campo, onde agora moras
dizem que faz frio
dizem que ora choras.

Cuidado com as emoções, amada
aí no mundo, para aonde foste embora
dizem que a febre é louca
dizem que a tristeza não tem hora.

Eu espero por sua missiva
espero por seus relatos
conto os dias por notícias suas
seja uma musica, um poema, um retrato.

Onde o vento sopra lento
onde a chuva cai devagar
é lá, minha flor
que a gente vai se encontrar.

Anúncios

4 opiniões sobre “Bucolismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s