Lanche

O açai está demorando
mas, é você quem estou esperando aparecer.
Não você você, esse de agora,
quero o você de ontem,
o de outrora.

Já fiz o patê de atum,
o pão, cortei,
só o dinheiro da lanchonete
é que não sei onde guardei.

Você fala: bebe água
como se minha fome fosse líquida.
Ou pior, fosse minha ansiedade
assim tão ridícula.

Ainda estou aguardando o rapaz do Big Bi.
Mas é você quem estou a esperar
e só a promessa da sua chegada,
faz com que eu deixe de lado o mimimi.

Anúncios

Uma opinião sobre “Lanche

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s