10 mil passos

as coisas vão
mas são
nem mesmo o corpo
que fala sem que a gente queira escutar
como quando te amei antes de te conhecer
e passei pelo promenade sem saber
que o sol se punha ali naquela esquina
onde o carrinho de sorvete toca sua musiquinha
in-ces-san-te-men-te
parecendo meu coração quando te vejo
batendo devagar no começo
terminando numa taquicardia violenta
principalmente nesses últimos dias
quando não quero te dizer adeus
e por isso ando pela Henrys como sempre faço;
sem prestar atenção em nada
sendo ali, mais uma
como sempre quis
mais uma a sentar naquele café da Pineapple
que vai pedir uma bebida, abrir o laptop e trabalhar
ou pelo menos fingir
que é o que tenho feito a vida toda
estou fingindo tudo
fingi até ser outra
pois só assim teria coragem de te explorar
de me afundar em você
de me perder sem gps
e de ir embora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s