parabéns para ninguém

Penso que devia dizer algo
para o universo
sobre os meus 34
que passo sem contar
onde amanheci sem entender
o que significa
estar mais velha
quando por dentro
eu sou a mesma
um apanhado de várias versões
da menina
da criança
da adolescente
da mulher
quem é essa mulher?
se sou tantas
eu não sou ninguém
eu sempre quis ser ninguém
por que eu queria mesmo
que fossemos todos
um monte de ninguéns
muito mais próximos
ninguéns
muito mais conectados
com os outros papéis banais
da natureza
as plantas
os bichos
as estrelas
tudo que é invisível
misterioso
tudo que tem seu sentido
na própria existência
esses ninguéns cósmicos
é igual a eles
que eu quero ser aos 34.