hay tantas cosas

a casa é um assunto recorrente
que surge com o frio
quando este aparece
e com o cheiro de mar
que me atinge nos lugares
mais inóspitos
como a geografia
das minhas entranhas
que agora também guarda
pequenas cicatrizes
mostrando que nada
está protegido do tempo
nem da saudade
e que vale mais
aceitar o conselho
do amigo
que disse, ei
ninguém nasce pregado
o lance é que a astrologia
me marcou com a sina
dos que gostam de ficar
sempre acompanhados
por isso insisto
e resisto ao sussurro das folhas
quando avisam
que talvez já seja hora
de fazer como os pássaros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s